“[Na sexta-feira] em Hostomel [cidade localizada a noroeste da capital Kiev], um grupo de pessoas tentou roubar um desenho de Banksy. Cortaram o trabalho da parede de uma casa destruída pelos russos”, anunciou o governador da região de Kiev, Oleksiï Kouleba, em comunicado de imprensa publicado no Telegram.

A publicação foi acompanhada por uma fotografia que mostra o muro cortado e tinta laranja.

Segundo Kouleba, “várias pessoas foram detidas no local” pela polícia ucraniana e “o desenho está em boas condições e já nas mãos da polícia”.

Já o chefe da polícia da região de Kiev, Andrii Nebitov, disse, em comunicado, que “oito pessoas foram identificadas”.

“Todos têm entre 27 e 60 anos. São residentes de Kiev e Cherkassy [cidade localizada 200 quilómetros a sudeste da capital ucraniana]”, detalhou o chefe da polícia, no Telegram.

Andrii Nebitov acrescentou que “foi aberta uma investigação preliminar por danos materiais”.

Em meados de novembro, foi tornado público que o artista britânico Banksy pintou um dos seus ‘graffitis’ na parede de um edifício em ruínas na cidade ucraniana de Borodyanka, na região de Kiev, conforme adiantou o portal Ukrinform.

A imagem mostrava uma rapariga a fazer um exercício de ginástica apoiada no chão e num equilíbrio quase impossível sobre os restos de uma das paredes destruídas pelos bombardeamentos.

“As obras de Banksy na região de Kiev estão sob proteção policial”, disse Kouleba, em comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.