Vasco Cordeiro falava depois de uma reunião com o presidente da Câmara da Horta, José Leonardo Silva, no âmbito de um conjunto de reuniões para analisar os impactos da Covid-19.

O líder do Governo Regional considerou que a criação de uma tarifa única para as viagens interilhas é o exemplo de um conjunto de "opções mais limitadas" e mais "restritas no efeito sobre a economia".

O presidente do Governo considerou que a programa lançado pelo executivo açoriano para promover o turismo interno, "Viver os Açores", centra-se na "dinamização da economia privada".

"A abordagem que o governo faz a esta questão é uma abordagem que se centra sobretudo em criar as condições para a dinamização da economia privada", destacou.

O presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, defendeu na terça-feira a criação de um "preço único entre os 50 e os 60 euros" nas passagens interilhas, a incluir no próximo contrato de concessão do serviço público de transporte aéreo.

Por sua vez, o Governo Regional lançou um programa que prevê apoiar até 150 euros os açorianos que pretendam passar férias noutras ilhas que não a de residência, mediante exigências ao nível do alojamento, refeições e atividades, para mitigar os efeitos da covid-19.

"Nós precisamos de um programa que o mais possível permita e ajude toda a economia. Desde a parte das passagens aéreas ou marítimas, mas também a parte da restauração, a parte do alojamento, a parte das empresas de animação turística", declarou Cordeiro.

Sobre a proposta do PSD, o presidente do executivo açoriano disse não ser "nova", mas que faltou concretizar onde "se vai buscar os recursos" para compensar a baixa de preços proposta, uma vez que existem "obrigações de serviço público".

Vasco Cordeiro salientou que a proposta social-democrata implicaria um "aumento da despesa pública" e recordou que o PSD também propôs uma diminuição dos impostos.

"E, sobretudo, onde é que se vai buscar esses recursos, quando simultaneamente se defende o aumento da despesa pública, por via da redução de tarifas, e a redução das receitas públicas por via da redução de impostos", assinalou.

Segundo as obrigações de serviço público para as ligações aéreas entre as nove ilhas do arquipélago, o preço das viagens oscila entre os 60 e os 120 euros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.