Boubacar Keita referiu que o primeiro-ministro, em funções desde abril, “apresentou ao Presidente da República a sua demissão, bem como dos restantes membros do Governo”.

Nenhuma explicação oficial foi apresentada na demissão, que acontece num período que antecede a eleição presidencial no Mali, prevista para julho de 2018, na qual Keita, eleito em 2013, será provavelmente candidato.

Maiga expressou “o seu profundo reconhecimento ao Presidente pela oportunidade de servir o Mali”.

“Em breve será nomeado um primeiro-ministro e um novo Governo será criado” em uma data não especificada, adiantou a Presidência.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.