Esta nota não esclarece os motivos da demissão, indicando apenas que “foi aceite, no interesse da salvaguarda do bom nome da justiça angolana”.

O processo de substituição vai ter início “nos próximos dias”.

Rui Ferreira convocou hoje uma sessão extraordinária e urgente do plenário onde terá informado os juízes conselheiros sobre a sua decisão.

De acordo com uma carta de Rui Ferreira dirigida aos seus colegas e colaboradores mais próximos, a que a Lusa teve acesso, na origem da decisão está uma “campanha intensa de mentiras”.

Na missiva, o juiz lamenta a “campanha intensa e cruel de mentiras, deturpação de factos, intrigas, calúnias e insultos” que diz terem lesado a sua reputação e dignidade, afetado a sua saúde e imposto” um sacrifício” à sua família

Segundo o site de notícias Voz da América (VOA) o “pedido surge depois de muita pressão e da denúncia de casos de corrupção” contra Rui Ferreira.

Ainda segundo o VOA, Rui Ferreira foi acusado de estar envolvido em atos de corrupção para beneficiar a sua família, que o levaram a iniciar uma ação em tribunal contra o empresário Francisco Dias dos Santos (Kito dos Santos) que o acusou de usurpar os negócios do Grupo Arosfran.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.