"O que nós vemos hoje é o culminar de uma revolução tranquila que ocorreu na Irlanda ao longo dos últimos 10 ou 20 anos", declarou Varadkar à cadeia pública RTE, assegurando que as urnas lhe deram um mandato firme para suavizar a legislação vigente, uma das mais duras da Europa.

Apesar de ainda não existirem resultados oficiais do referendo de sexta-feira, as sondagens à boca das urnas da cadeia pública RTE e do diário irlandês "Irish Times" indicaram que o "sim" obteve respetivamente 69% e 68% de apoio, números mais elevados do que os esperados.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.