Suga disse hoje aos dirigentes do LDP, o partido no poder, que não se candidatará à corrida pela liderança marcada para 29 de setembro, segundo a NHK.

Isto significa que o Japão terá um novo primeiro-ministro indicado pelo LDP, devido à maioria do partido no parlamento.

Suga tem enfrentado críticas sobre a gestão do combate ao novo coronavírus e decisão de realizar os Jogos Olímpicos no atual contexto pandémico, ignorando as preocupações de saúde pública.

Ainda assim, Suga, de 72 anos, era visto como o favorito na votação interna para continuar a liderar o LDP, apesar do recorde de impopularidade do seu Governo nas sondagens.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.