A proposta de realizar eleições antecipadas a 12 de dezembro recebeu 299 votos a favor e apenas 70 contra, mas mesmo assim não atingiu o patamar exigido de dois terços dos votos da Câmara dos Comuns, equivalente a 434 deputados.

Para passar, a proposta precisava do apoio do partido Trabalhista, que optou por se abster.

Perante este cenário, Boris Johnson anunciou que o governo vai apresentar ainda esta noite uma proposta de lei para serem convocadas eleições legislativas a 12 de dezembro, procedimento que apenas requer uma maioria simples.

"Esta câmara não pode continuar a manter este país refém. Milhões de famílias e empresas não podem planear o futuro. E não acredito que esta paralisia e esta estagnação devam continuar", afirmou.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.