O deputado do Partido Social Democrata (PSD) na Assembleia da República, que nas eleições diretas para o partido apoiou o atual líder nacional, Rui Rio, foi eleito para o terceiro mandato com um total de 1.025 votos, num universo de 1.615 votantes.

No ato eleitoral de hoje, a lista encabeçada pela também deputada Ângela Guerra, que para a liderança do partido apoiou o candidato Santana Lopes, obteve 590 votos.

Após conhecidos os resultados, o líder distrital do PSD/Guarda reeleito disse à agência Lusa que obteve uma vitória "esmagadora" de "63,5%, contra 36,5%" da candidatura adversária.

"É o reconhecimento da confiança que os militantes tiveram no meu trabalho", justificou.

No próximo mandato, o dirigente social-democrata reeleito pretende "preparar o partido para ser poder e ganhar as próximas eleições legislativas em 2019 e também as eleições europeias".

Em 2019 também tenciona preparar o PSD/Guarda "com várias ideias estratégicas para contribuir para o programa eleitoral do PSD nas próximas eleições legislativas".

Carlos Peixoto referiu que contará sempre com "todos os militantes para que o partido se afirme ainda mais no distrito [da Guarda] e no país".

O candidato Carlos Peixoto liderava a lista A que tinha como lema "Agora mais do que nunca" e Ângela Guerra encabeçava a lista B que tinha por lema "Saber Ouvir, dar Voz, criar Oportunidades. Um PSD de Todos".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.