O Comando Distrital de Portalegre da PSP explica, em comunicado, que a detenção ocorreu hoje no cumprimento de um mandado de busca e apreensão em residência, estando esta diligência inserida no âmbito de um processo crime que está a ser investigado há cerca de quatro meses, relacionado com a contrafação de vestuário.

No decorrer da busca à residência, ação efetuada no bairro de São Pedro, zona urbana considerada “sensível” pelas autoridades, os elementos da PSP apreenderam ainda 14 munições, calibre 7.65 milímetros, dois sabres, um punhal, 303 fatos de treino contrafeitos, 77 pares de calçado contrafeito e 118 perfumes contrafeitos.

Além deste material, os agentes da PSP apreenderam ainda 21 pares de calças, 16 polos, 37 casacos, sete calças de ganga, 73 malas, sendo todo este material contrafeito, três calculadoras e vários documentos onde a detida fazia o registo das compras e vendas do material.

“Com esta operação, a PSP de Elvas acredita que conseguiu dar um forte contributo para fazer cessar o mercado ilegal de produtos contrafeitos existente não só nesta cidade, mas em todo o Alto Alentejo”, lê-se no comunicado.

Por ordem da autoridade judiciária, a detida foi restituído à liberdade, aguardando a continuação dos trâmites legais do processo.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.