O estudo da Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI) mostra, a nível regional, “resultados alarmantes: as crianças dos Açores apresentaram a maior percentagem (36,6%) de excesso de peso.

A seguir aos Açores surge a região da Madeira, com 36,4% de crianças com excesso de peso. A Madeira registou ainda a maior prevalência de crianças obesas, com 18,4% e foi a única a mostrar maior percentagem de alunos com obesidade comparativamente aos que revelaram pré-obesidade.

No ranking regional dos alunos com excesso de peso segue-se a região Norte com 31,4%, a região Centro com 28,8%, a região de Lisboa e Vale do Tejo com 25,8% e finalmente a região do Alentejo e do Algarve, ambas com uma prevalência de 23,4%.

A APCOI realizou este estudo no ano letivo 2016/2017, envolvendo mais de 17 mil crianças dos dois aos dez anos de 388 escolas de 139 concelhos de todos os distritos e das regiões autónomas.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.