"As renovações de matrícula para os 2.º, 3.º, 4.º, 6.º, 8.º, 9.º, 11.º e 12.º anos passam a processar-se de forma automática, com exceção das transferências de estabelecimento de ensino", pode -ser na nota do Ministério da Educação disponibilizada online no site do governo português.

O comunicado revela que a exceção serão os "anos de início de ciclo – 5.º, 7.º e 10.º anos –, bem como as transferências, continuarão a ser tramitadas no Portal das Matrículas".

A pasta tutelada pelo ministro Tiago Brandão Rodrigues informa que após vários dias em que foram ultrapassadas as 100 mil matrículas diárias e 70% do total de alunos ter conseguido completar o procedimento, foi considerado que a renovação automática seria a opção mais acessível.

Apesar dos valores acima mencionados, o Portal das Matrículas foi alvo de várias críticas com o Ministério da Educação a reconhecer, no comunicado, que o grande fluxo de acessos levou a que o espaço estivesse várias vezes em baixo. Além disso, o governo revelou ainda que o portal foi alvo de vários "ataques informáticos de elevada complexidade, que estão a ser acompanhados pelo Centro Nacional de Cibersegurança, e que provocaram graves bloqueios no sistema".

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.