A cerimónia contou com a presença dos ministros dos Negócios Estrangeiros dos dois países, Miguel Vargas e Wang Yi.

Na primeira visita oficial de um Presidente dominicano ao gigante asiático, esta sexta-feira, Medina reuniu-se com o homólogo chinês, Xi Jinping, e juntos assinaram vários acordos de cooperação bilateral, no âmbito do comércio, educação e finanças.

“A história e os factos vão provar que a decisão de estabelecer relações diplomáticas entre a China e a República Dominicana é absolutamente correta”, afirmou nesse dia o Presidente chinês, citado pela agência estatal Xinhua.

Outro compromisso na agenda de Medina, na China, é a inauguração da primeira exposição a nível nacional sobre importações, que irá inaugurar segunda-feira em Xangai, com a participação de mais de 100 países.

No passado dia 1 de maio, a República Dominicana decidiu dar uma volta à sua política externa, ao quebrar os laços históricos com Taiwan e a estabelecer relações com a China.

Mesmo antes do estabelecimento das relações diplomáticas, os Estados Unidos já eram o maior parceiro comercial do país caribenho. O comércio entre os dois ronda os dois mil milhões de dólares, segundo a agência Efe.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.