O atleta português encontra-se detido e em prisão preventiva em Espanha desde 22 de fevereiro, mas deverá sair em liberdade condicional ainda no decorrer desta sexta-feira depois de pagar uma fiança de 30 mil euros.

A notícia foi inicialmente avançada pelos órgãos de comunicação espanhóis, nomeadamente o jornal regional Levante, de Valência, onde o defesa-central se encontra, que adiantava que o seu novo advogado em Espanha, Miguel Ferrer, tinha chegado a acordo com o juiz para conseguir uma fiança para colocar o jogador em liberdade condicional.

De acordo com MaisFutebol, Ruben Semedo já terá pago os 30 mil euros através de transferência bancária e "o tribunal está apenas à espera que o dinheiro fique disponível para permitir a saída do jogador". O desportivo terá confirmado esta informação junto do advogado do atleta em Portugal, Bebiano Gomes.

Ainda de acordo com o mesmo jornal, o jogador vai sair, mas não poderá regressar a Portugal, pois existem algumas restrições à sua liberdade. O atleta não poderá sair de Espanha, terá de estar a uma distância mínima de 300 metros em relação ao queixoso e, por fim, terá que se apresentar semanalmente numa esquadra da polícia.

Semedo, de 24 anos, é acusado de tentativa de homicídio, agressão, sequestro, posse de arma ilícita, roubo com violência e ameaças, sendo que a deliberação do tribunal confirma as decisões anteriores, sem possibilidade de novo recurso. Na sequência destes eventos, o Villarreal suspendeu o contrato até que se conclua o processo.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.