O suposto agressor do escritor Salman Rushdie declarou-se inocente nesta quinta-feira das acusações de tentativa de assassinato e agressão, numa audiência no estado de Nova Iorque.

Através do seu advogado, Hadi Matar, de 24 anos, reiterou a sua declaração de inocência das acusações que enfrenta por supostamente invadir o palco num evento literário na semana passada e esfaquear o romancista britânico várias vezes no pescoço e no abdómen.

O juiz ordenou, contudo, que este permaneça detido sem fiança.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.