O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, indicou esta sexta-feira na rede social Twitter, que a vacina da Moderna foi aprovada nos EUA.

Trump afirma também que a sua distribuição vai começar no imediato.

Todavia, apesar da comunicação a decisão oficial da FDA está prevista para ser tornada pública ainda hoje, após a recomendação, quinta-feira, por um comité de especialistas, da autorização da comercialização da vacina.

O vice-Presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, que estava a ser vacinado com o medicamento da Pfizer minutos após o anúncio de Trump, assumiu que ainda se está a aguardar pela aprovação formal da vacina da Moderna.

"Temos uma, e talvez em algumas horas, duas vacinas seguras e eficazes contra o coronavírus. Quando aprovada, o que esperamos ainda hoje, estaremos em condições de enviar vacinas para todo o país na próxima semana", acrescentou.

A vacina da Moderna foi considerada segura e eficaz pela FDA, num resumo dos dados divulgados no início desta semana, deixando poucas dúvidas sobre sua futura autorização.

Esta será a segunda vacina a receber a aprovação urgente por parte da FDA, após a vacina da Pfizer/BioNTech ter começado a ser administrada esta semana em vários pontos dos Estados Unidos.

Recorde-se que a Moderna indicou que, em ensaios clínicos, a sua vacina demonstrou eficácia de 94,1% na prevenção da doença e de 100% na prevenção de casos graves.

Em 15 de dezembro, a FDA tinha revelado que a vacina contra a covid-19 produzida pela Moderna não apresentava “nenhum problema específico de segurança”.

“A FDA determinou que o fabricante forneceu informações adequadas para garantir a qualidade e consistência da vacina para autorização do produto”, explicava a agência em comunicado.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.