Questionada pela Lusa, fonte da Câmara de Lisboa disse hoje que ainda “estão a ser reunidas as condições para se conhecer uma data”, estimando que deverá estar “para breve”.

Há uma semana, a mesma fonte avançou que, na sexta-feira, 25 de setembro, seria conhecida a data de reabertura do túnel, mas até ao momento ainda não se sabe quando é que aquela infraestrutura abrirá novamente ao trânsito.

Os deputados do CDS-PP em Lisboa questionaram na semana passada a autarquia sobre se o incêndio ocorrido em 18 de setembro estará relacionado com incumprimentos das regras de segurança denunciados em 2018.

No dia do incidente, a Câmara de Lisboa informou que o incêndio teve origem numa falha no sistema de controlo elétrico, adiantando que o trânsito naquele local iria manter-se encerrado.

“Concluída a avaliação preliminar sobre as causas do incêndio no túnel da Avenida João XXI, e que levaram ao encerramento desta infraestrutura, a CML [Câmara Municipal de Lisboa] vem por este meio comunicar que a avaliação efetuada pelas equipas técnicas do municípios, coordenadas pelo Serviço Municipal de Proteção Civil, apontam para uma falha no sistema de controlo elétrico que faz a transição da energia da rede com a energia produzida pelo grupo gerador, em caso de falha da rede, como aconteceu esta manhã”, afirmava o município em comunicado.

“A avaliação mais detalhada do que aconteceu e das medidas necessárias para a reposição das condições de operação e circulação em plena segurança, estão a decorrer”, era ainda referido.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.