"Este ataque terrorista foi cometido por elementos da organização terrorista (PKK) na Turquia e um miliciano das YPG (Unidades de Proteção Popular, milícias curdas da Síria)", disse Ahmet Davutoglu à imprensa. O governante também anunciou que a polícia realizou nove detenções como parte da investigação.

A aviação turca bombardeou nesta quarta-feira bases rebeldes do Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK) no Iraque, em resposta ao atentado que matou, pelo menos, 28 pessoas em Ancara. Os bombardeamentos apontaram contra um grupo de 60 a 70 combatentes do PKK, alguns deles oficiais, no setor de Haftanin, perto da fronteira síria, segundo o comando militar.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.