“Estudantes com Dificuldades Intelectuais e Desenvolvimentais que, pela via tradicional, após frequência da escolaridade obrigatória não teriam acesso ao Ensino Superior, têm agora a oportunidade de frequentar um programa lecionado na Universidade de Aveiro, com a duração de dois anos letivos, que inclui dois estágios no Grupo Jerónimo Martins, em ambiente real de trabalho: um estágio após o 1.º ano curricular e um outro de conclusão do programa, no final do 2.º ano”, explica uma nota daquela universidade.

O curso, denominado “Programa Individual de Estudos Multidisciplinares” abre com seis vagas e arranca em outubro e as candidaturas decorrem de 01 a 07 de setembro, sendo resultado de uma parceria com o Grupo Jerónimo Martins.

Na componente curricular do curso, os estudantes estudarão em turmas regulares, sendo acompanhados por um coordenador-tutor e usufruindo dos serviços e apoios que a Universidade de Aveiro disponibiliza a todos os seus alunos, “numa perspetiva inclusiva e emancipatória, assente na crescente autonomia dos alunos e contingente com as competências e necessidades de cada um”.

“Trata-se, assim, de um programa duplamente inclusivo: no meio académico e no mercado de trabalho”, destaca a Universidade.

O apoio do Grupo Jerónimo Martins traduz-se no financiamento do coordenador-tutor e das propinas dos alunos, na colaboração na fase de candidaturas, no acompanhamento e monitorização, e nos dois momentos de estágio.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.