Adianta o jornal online que a iniciativa é do Ministério da Economia e do Turismo de Portugal, em coordenação com a Brisa, Lena e MSF, as empresas responsáveis pela gestão da autoestrada. O circuito mundial de surf arranca a 19 de outubro e a “nova” ASurf passa pela Nazaré, Ericeira e Peniche.

Apesar de estar em curso o processo formal para a alteração de nome, adianta o Eco, a marca ASurf deverá ser utilizada no imediato.

Citando um estudo apresentado em março deste ano por João Paulo Jorge, o jornal dá conta de um impacto de superior a 10,5 milhões de euros da etapa de Peniche, em 2015, no circuito mundial de surf. Segundo a equipa de João Paulo Jorge, os gastos realizados pelos 100 mil visitantes totalizaram cerca de 7,7 milhões de euros, e a organização foi responsável por despesas na ordem dos 1,6 milhões de euros.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.