Os minhotos, que venceram os últimos seis jogos, com 22-2 em golos, têm 61 pontos, menos quatro do que os ‘leões' e o jogo de sábado "é uma oportunidade para encurtar distâncias", afirmou o técnico na conferência de imprensa de antevisão.

"Sou sincero, temos que olhar para cima, temos objetivos muito definidos desde o início da época, que é ficar entre os primeiros quatro lugares, mas não fujo a essa motivação, é muito melhor ficar em terceiro do que em quarto e temos que assumir essa ambição", afirmou o técnico, na antevisão da partida.

O treinador disse respeitar o valor do Sporting e conhecer os seus pontos fortes e os menos fortes, mas garantiu um Sporting de Braga a lutar por vencer "do primeiro ao último segundo", frisando que o que faz a diferença para os campeões é "ser permanentemente consistente, vencer consistentemente".

"Temos agora uma oportunidade para encurtar distâncias para o nosso adversário, que tem um grande treinador e grandes jogadores. Vão estar em campo duas grandes equipas, com grandes intérpretes", disse.

Numa semana de muita polémica entre os dois presidentes, Abel Ferreira disse que a sua "competição é dentro das quatro linhas”.

“Aqui, não quero ganhar nem competir com ninguém, o meu lugar na instituição é muito claro e o do presidente (António Salvador) também. Tem obra feita e fez crescer este clube, mas o meu lado é o desportivo", afirmou.

O treinador do Sporting, Jorge Jesus, afirmou na antevisão que o Sporting de Braga preferiu "começar o jogo fora de campo", mas Abel Ferreira não comentou.

“Os meus pais e os meus avós ensinaram-me um valor, o respeito, que é um dos pilares da minha liderança. Respeito toda a gente, sobretudo Jorge Jesus. É a opinião dele, não a vou comentar", disse.

Sem Jefferson, emprestado pelo Sporting, o treinador revelou que será Sequeira a jogar no lado esquerdo da defesa.

Questionado sobre uma alegada saturação dos jogadores em relação ao clima do futebol português, disse estar do lado dos atletas e pediu maior atenção de quem decide.

"A minha responsabilidade social é muito grande e, por isso, tenho que ter cuidado com o que falo. Fui jogador, errei muitas vezes, o que custou pontos aos clubes que representei e custa-me ver o que se escreve. Eu, os presidentes, os diretores de comunicação, os órgãos de comunicação social, todos têm responsabilidade social e todos querem valorizar o futebol português, mas fico triste quando quem tutela e decide olhar para o lado", disse.

Sporting de Braga, quarto classificado, com 61 pontos, e Sporting, terceiro, com 64, defrontam-se no sábado, às 20:30, no Estádio Municipal de Braga, em encontro da 28.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.