O técnico notou não ter tido “uma semana limpa” para preparar o encontro com os insulares depois de ter jogado na quinta-feira na Ucrânia, diante do Zorya, a primeira mão da terceira pré-eliminatória da Liga Europa (1-1), mas disse que a equipa está preparada para isso.

“Temos recursos suficientes para dar resposta a este tipo de sequência de jogos consecutivos, temos um departamento, o GOD [gabinete de otimização desportiva], que nos dá um cenário do que foi o desempenho físico dos jogadores e nos permite escolher os melhores a cada momento”, afirmou na conferência de imprensa de antevisão da partida.

Abel Ferreira notou ter tido apenas um treino para preparar o plano estratégico para o primeiro jogo do campeonato, já que a equipa regressou apenas na sexta-feira ao final do dia a Braga, mas considerou que “os jogadores estão preparados para isso, o grosso dos comportamentos está assimilado”.

O treinador deixou elogios ao Nacional, “o campeão da II Liga com todo o mérito”, e destacou o facto do treinador, Costinha, ter continuado.

“É uma equipa muito bem orientada, que sabe o que faz a cada momento, com comportamentos assimilados. Venceu o oitavo classificado da época passada [2-1 ao Boavista, na Taça da Liga], pelo que espero dificuldades, mas queremos vencer em casa, com o apoio dos nossos adeptos”, disse.

Destacando a importância de entrar bem no campeonato, Abel Ferreira disse que a I Liga “é uma competição de regularidade” e que o Sporting de Braga quer ser regular e “muito forte” em casa.

Abel Ferreira abordou ainda a saída de Vukcevic (para o Levante) e a entrada de Palhinha (emprestado pelo Sporting).

“O Palhinha vai ter de lutar por um espaço na equipa, que é muito equilibrada e competitiva, ele traz um aporte de competitividade”, disse.

O treinador desejou “as maiores felicidades” a Vukcevic, “um jogador especial, um grande jogador, com tremenda qualidade, que fez a sua história e deixou um caminho muito bonito no clube, reconhecido por colegas, estrutura e adeptos”.

Tiago Sá foi o suplente de Matheus na Ucrânia, mas Abel Ferreira diz contar com Marafona e ainda Tiago Pereira.

“O Braga tem quatro guarda-redes, todos disponíveis para o treinador e garanto que todos vão jogar no seu tempo. A rotatividade tem que ver com rendimento, estratégia e desempenho físico”, disse.

O jogo tem início marcado para as 20:30 de domingo, no Estádio Municipal de Braga.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.