A verba, vinte vezes superior ao salário de Tevez no Boca Juniors, é mais uma prova do elevado investimento dos clubes chineses para atrair algumas estrelas do futebol mundial.

Nas redes sociais chinesas, como a Sina Weibo, a contratação de Carlos Tevez tem monopolizado os ‘fóruns’, com alguns adeptos a acreditarem que a grande capacidade económica dos clubes possa, e médio prazo, cativar jogadores como Cristiano Ronaldo ou Lionel Messi.

“É possível que um dia cheguem jogadores como Messi ou Cristiano Ronaldo à Superliga [chinesa]”, escreveu Bu Zhengjing, que acredita que, no curto prazo, o internacional português Pepe, em final de contrato com o Real Madrid, seja um dos próximos a chegar à China.

Mas, enquanto uns consideram que a chegada de Tevez pode tornar o campeonato “mais atrativo”, outros deixam várias interrogações a estas contratações milionárias, que só têm sucesso pela tentação dos valores astronómicos.

Os mais céticos temem que estas estrelas, seduzidas pelos milhões, “não deixem a ‘pele em campo’”. Jie Li, um adepto do Shanghai Shenua, revela que uma significativa parte dos seguidores do clube “duvidam que Tevez vá mostrar muito esforço” nos relvados, pelo que, “se não tem motivação para jogar pelo clube, era melhor não contratá-lo”.

“Era preferível que [o Shangai Shenua] apostasse em projetos a longo prazo”, considerou Jie Li.

Fei Ge, outro adepto do clube, deixou a pergunta, com ironia, de quantos anos terá de trabalhar “para receber o que Tevez ganhará num dia [cerca de 105.000 euros]?”.

Outro adepto do Shangai Shenua, que se identifica como Panbarry, mostra-se mais otimista e acredita que a chegada de Tevez “vai melhorar o rendimento da equipa”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.