“Foi um dia trágico, cinco pessoas perderam as suas vidas, entre as quais o nosso ‘chairman’ Vichai Srivaddhanaprabha, um grande homem, amado por todos. Eu ainda não acredito. Os nossos pensamentos estão com as famílias e com todos os que estavam a bordo”, escreveu o lateral direito do clube, na sua página no Instagram.

No domingo, o clube inglês, surpreendente campeão em 2015/16, confirmou a morte de Vichai Srivaddhanaprabha, após a queda do seu helicóptero, que se incendiou, no parque de estacionamento junto ao estádio King Power, pouco depois de descolar do relvado.

Ricardo Pereira foi contratado ao FC Porto no início da época pelo Leicester, no qual se juntou ao médio Adrien Silva, que cumpre a segunda temporada nos ingleses, depois de ter capitaneado o Sporting.

“Destroçado e devastado. Que dia chocante para o clube”, limitou-se a escrever o médio português no Instagram.

Entre as centenas de elogios publicados, destacou-se a mensagem emotiva do avançado internacional Jamie Vardy.

“Estou a lutar para encontrar as palavras certas…Para mim, você era uma lenda, um homem incrível, que tinha o maior coração e a alma do Leicester. Obrigado por tudo o que fez por mim, pela minha família e pelo nosso clube. Vai, realmente, fazer-nos falta, descanse em paz”, escreveu o avançado.

Vardy é um dos bons exemplos de gestão de Vichai Srivaddhanaprabha. Contratado aos amadores do Fleetwood Town, no início da época 2012/13, conta, aos 31 anos, sete golos nos 26 jogos que cumpriu pela seleção inglesa.

As autoridades identificaram as outras quatro vítimas do acidente como sendo Nursara Suknamai e Kaveporn Punpare, dos elementos do ‘staff’ de Vichai Srivaddhanaprabha, Eric Swaffer e Izabela Roza Lechowicz, o piloto e a sua companheira e instrutora de voo, respetivamente.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.