A grande figura do encontro foi o marroquino Hamdallah, que, aos 29 minutos, a passe do argentino Pity Martínez, e aos 48, servido por Al Ghanam, fez um ‘bis’ que resolveu o encontro.

A equipa de Rui Vitória comanda o grupo com sete pontos, em nove possíveis, seguida do Al Sadd, que soma cinco no segundo posto, do Sepahan, com três, e do Al Ain de Pedro Emanuel, último com um.

O jogo marcou o regresso da competição continental, suspensa desde fevereiro devido à pandemia de covid-19, e que levou a que a Liga saudita, por exemplo, terminasse apenas em 09 de setembro.

Antes, o Al Ain não conseguiu segurar a vantagem que teve na receção ao Al Sadd e acabou por empatar a três bolas, num jogo em que o internacional angolano Wilson Eduardo assistiu o primeiro golo da equipa dos Emirados Árabes Unidos, logo aos cinco minutos, pelo togolês Laba.

Afif empatou para a formação qatari, antes de Islamkhan repor a vantagem aos 38, com o espanhol Santi Cazorla a restabelecer a igualdade aos 55, cinco minutos antes de Bounedjah consumar a reviravolta.

A formação do técnico luso, que continua sem vencer na prova e segue no quarto e último lugar, empatou aos 67, num autogolo de Koukhi, mas está já a quatro pontos dos lugares que dão acesso à próxima fase da prova.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.