Segundo a Confederação Asiática de Futebol (AFC), o técnico português “insultou um árbitro da AFC” na conferência de imprensa a seguir ao jogo e “questionou a integridade e independência da AFC e dos árbitros”.

O Shangai SIPG, que tinha vencido a primeira mão por 4-0, só superou no desempate por grandes penalidades o conjunto comandado pelo ex-selecionador luso Luiz Felipe Scolari, que venceu o segundo encontro por 5-1.

Na quarta-feira, a equipa de Villas-Boas vai receber os japoneses do Urawa Reds, na primeira mão das meias-finais da Liga dos Campeões Asiática.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.