“Hoje, vira-se uma página… Obrigado pelo vosso amor. Obrigado pelo vosso incomparável apoio. Obrigado por esta felicidade desde 2008. Decidi colocar um fim à minha carreira internacional. A sucessão está pronta. Vou sentir a vossa falta”, escreveu o jogador na sua conta da rede Instagram.

Eden Hazard, de 31 anos, foi titular nos jogos com Canadá (vitória por 1-0) e Marrocos (derrota por 2-0), saindo perto da hora de jogo, e foi suplente utilizado, por poucos minutos, no nulo com a Croácia.

No Mundial do Qatar, a Bélgica terminou o Grupo F em terceiro lugar, atrás de Marrocos e Croácia, falhando o apuramento para os oitavos de final, depois de, em 2018, a equipa belga ter sido terceira classificada, na competição na Rússia.

O capitão dos ‘diabos vermelhos’ vestiu a camisola da Bélgica por 126 vezes, tendo um registo de 33 golos marcados, desde que se estreou pela seleção em 2008, diante do Luxemburgo, então com 17 anos e 316 dias.

No final do jogo com a Croácia, o avançado tinha manifestado dúvidas em relação à sua continuidade na equipa nacional, referindo que iria de férias e refletiria sobre a situação, numa fase da carreira muito inconstante.

Pouco utilizado no Real Madrid, com apenas seis jogos esta época, e somente dois como titular, o futebolista chegou ao Qatar com a perspetiva de voltar a ter um papel importante, o que não aconteceu.

“Com o ritmo dos jogos, reencontrarei o meu nível. Não fiquei mau em poucos meses”, disse o jogador ainda antes do Mundial.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.