A agressão ocorreu ao intervalo do jogo com o União de Lamas, quando o árbitro se aprestava para entrar no túnel de acesso aos balneários, e levou o Beira-Mar a ser castigado pela AFA com uma derrota administrativa e a realização de dois jogos à porta fechada.

“Uma decisão que, infelizmente, irá afetar diretamente o Beira-Mar, instituição quase centenária por quem a APAF tem o maior respeito, que se vê assim diretamente envolvida, neste caso, pela inadmissível atitude deste adepto no seu estádio”, escreveu a APAF através de um comunicado, no qual manifestou ainda a crença de que tal decisão venha “a servir de exemplo e tenha um efeito dissuasor de que o futebol nacional tanto necessita”.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.