Vencedora da competição em 2010 e 2012, a equipa espanhola reconquistou o troféu com dois golos do avançado francês Antoine Griezmann, aos 21 e 49 minutos, e outro do médio Gabi, aos 89. Além destes troféus, o Atlético de Madrid conta ainda uma vitória na extinta Taça das Taças em 1962

O Marselha, que deixou o defesa central português Rolando no banco de suplentes, procurava tornar-se a primeira equipa francesa a conquistar a Liga Europa.

Griezmann melhor em campo

O francês Antoine Griezmann, eleito o melhor em campo na final da Liga Europa de futebol e autor de dois dos três golos com que o Atlético Madrid venceu o Marselha, disse que marcou graças à sua confiança e frieza.

“Quando saí de casa aos 14 anos queria viver estes momentos. Oxalá possa ganhar mais títulos. O Marselha é uma boa equipa, fez um bom jogo, mas soubemos aproveitar cada um dos seus erros. Os meus golos? Confiança e sangue-frio, não sei como chamar-lhe”, disse o internacional francês, muito cobiçado pelo FC Barcelona.

Aliás, justamente pelo assédio do clube catalão ao seu melhor futebolista, o presidente dos ‘colchoneros’, Enrique Cerezo, assegurou hoje, após o jogo disputado em Lyon, que Griezmann “é jogador do Atlético Madrid e ponto”

“Fez um jogo fantástico, marcou dois golos e estamos encantados e contentíssimos. Griezmann é jogador do Atlético Madrid e ponto”, rematou Cerezo.

Simeone reconhece que Griezmann foi decisivo na final

Diego Simeone destacou a influência de Antoine Griezmann na final da Liga Europa de futebol ganha pelo Atlético Madrid em Lyon, frente ao Marselha, considerando que o dianteiro francês “foi decisivo” na quarta-feira.

“Griezmann confirmou o que tem feito ano após ano e foi decisivo no momento mais importante da partida. Sempre fez as escolhas certas e deve estar feliz por estar connosco. Já jogou três finais connosco, ganhou duas e não está longe dos objetivos que tinha para ganhar títulos ao chegar ao Atlético. Não estamos longe daqueles que são mais fortes que nós”, disse o treinador argentino após a vitória por 3-0 sobre o Marselha, com dois golos do francês.

Questionado sobre se Griezmann irá permanecer no clube, Simeone considerou ser difícil estar a falar na vez do jogador, mas não tem dúvidas de que o Atlético “vai continuar a crescer” se o avançado francês, que “deve ser grato ao clube, permanecer”.

Para Simeone esta conquista é mais do que um simples troféu, é a recompensa de um trabalho constante e dedicado: “Nunca desistimos, fomos perseverantes, perdemos duas finais da Liga dos Campeões, fomos eliminados nas meias finais na época transata. Esta vitória na Liga Europa é fundamental para seguirmos para seguirmos em frente”.

Rudi Garcia diz que "não é vergonha" perder com o Atlético Madrid

O treinador do Marselha, Rudi Garcia, considerou hoje que “não é nenhuma vergonha” a derrota na final da Liga Europa de futebol frente a uma “grande equipa” como é o Atlético Madrid.

“Desperdiçámos uma ocasião na primeira parte. Tivemos a melhor oportunidade no início do jogo, mas cometemos um erro numa jogada que nos custou um golo. E contra uma equipa como o Atlético não podes cometer um erro assim, porque se paga muito caro. Na segunda parte eles elevaram o nível de jogo e foi difícil para nós”, disse Rudi Garcia.

O técnico lamentou que o Marselha não tivesse conseguido “criar mais oportunidades na segunda parte para abrir de novo o jogo” e recordou o remate de cabeça de Mitroglou ao poste, aos 80 minutos, mas considerou que o 3-0 final foi exagerado para o que se passou em campo.

“Ganhou a equipa com mais experiência. O Atlético é uma grande equipa. Não há nada de que nos envergonhemos”, insistiu Garcia, considerando que a sua equipa se teria “batido de igual para igual” com o adversário da final “se tivesse podido contar a cem por cento como todos os seus jogadores, como por exemplo Dimitri Payet”.

Rudi Garcia admitiu que a equipa “perdeu muito” quando Payet teve de sair por lesão e considerou que o primeiro golo do Atlético resultou de “um erro a meias” entre o guarda-redes Steve Mandanda e o médio Anguisse, mas mostrou-se “orgulhoso” dos seus jogadores “por terem chegado à final”.

[Notícia atualizada às 08h09]

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.