Em prova em pista coberta, o campeão olímpico, de 22 anos, somou o seu terceiro recorde do mundo, depois de o fixar em 6,17 metros em fevereiro de 2020 em Torun, na Polónia, e 6,18 em Glasgow, Escócia, apenas uma semana mais tarde.

Duplantis, que passou os 6,19 metros à terceira tentativa, celebrou o novo feito num pavilhão praticamente vazio, numa competição em que foi o único saltador à vara de nível internacional.

O prodígio nascido e criado nos Estados Unidos, em Lafayette, no Louisiana, compete pela Suécia, país da sua mãe, que o treina, juntamente com o pai.

O título olímpico em Tóquio2020 foi conquistado com um salto de 6,02 metros pelo jovem que, com apenas 18 anos, se mostrou ao mundo com o título de campeão da Europa, em 2018, em Berlim.

O novo recorde reforça o estatuto de favorito de Duplantis para os mundiais ‘indoor’ que vão decorrer no mesmo pavilhão na próxima semana.

Apesar de ser o melhor atleta da atualidade na sua especialidade, Duplantis nunca foi campeão do mundo, nem em pista coberta nem ao ar livre.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.