Dezenas de adeptos do FC Porto tomaram, na madrugada de hoje, as avenidas 24 de julho, 25 de Setembro e Eduardo Mondlane, as principais da cidade de Maputo, para festejar o 28.º título, numa caravana barulhenta e em que o azul e o branco era a cor dominante.

“É uma emoção inexplicável. Depois de quatro anos conseguimos acabar com este jejum”, disse à Lusa Afirosa Sicola, no meio da azáfama de uma multidão que viu o jogo entre o Sporting e Benfica à espera do apito final.

A festa dos ‘dragões’ em Maputo começou antes mesmo do início do jogo entre o Benfica e Sporting, sob um olhar visivelmente desmotivado de alguns adeptos das duas equipas que foram ver o “dérbi” na rua dos Desportistas, um tradicional espaço para quem quer ver jogos da I Liga Portuguesa em Maputo.

Mal o árbitro apitou para o fim do jogo, que terminou sem golos, os adeptos do FC Porto começaram a festa, marcada pelo barulho das vuvuzelas, cornetas sul-africanas que ficaram conhecidas no Mundial2010, e pelos tradicionais copos de cerveja.

“É muita alegria. Foram quatro anos com algumas dificuldades e injustiças, mas hoje foi feita a justiça”, observou Mohamad Naushar, destacando o papel de Sérgio Conceição, que “conseguiu tornar uma equipe de trapos numa de campeões”.

Os ‘dragões’, que apenas jogam hoje, em casa, frente ao Feirense, têm quatro pontos de avanço sobre os dois rivais de Lisboa, que apenas podem somar mais três.

“Graças ao trabalho de toda equipe, conseguimos montar um Porto à altura de ser campeão e tirar a hegemonia do Benfica a esta altura”, concluiu Momed Ibrahimo.

A festa dos adeptos do porto na capital moçambicana decorreu sem aparato policial, como normalmente acontece quando há jogos decisivos do campeonato português em Maputo.

O FC Porto não vencia a I Liga desde a temporada de 2012/13, em que a equipa foi orientada por Vítor Pereira.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.