O artilheiro polaco do Bayern, melhor jogador do mundo em 2020 para a FIFA, abriu o ativo à passagem do minuto 41, ao corresponder de cabeça a um cruzamento de Serge Gnabry, e viria a fixar o resultado final, aos 74, ao beneficiar de um erro do defesa Akanji para bater facilmente o guardião Gregor Kobel.

Pelo meio, Lewandowski desviou a bola subtilmente dentro de área, acabando por servir o companheiro Thomas Muller (50).

A jogar em casa, sem o internacional português Raphaël Guerreiro na ficha de jogo, o melhor que a equipa treinada por Marco Rose conseguiu fazer foi encurtar distâncias no marcador, através de um grande golo de Marco Reus, após ser servido por Jude Bellingham (64).

Além do defesa esquerdo luso, o Dortmund esteve privado de jogadores importantes como Julian Brandt, Emre Can, Thorgan Hazard, Mats Hummels ou Thomas Meunier.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.