No comunicado divulgado, ficou decidido que os ‘azuis’, na altura orientados por Pedro Ribeiro, vão ter de pagar um total de 5.610 euros, 2.040 pela falta de colaboração com a justiça desportiva e outros 3.570 por incumprimento de deveres de organização, ambos relativos à videovigilância, no encontro da 13.ª jornada da I Liga portuguesa, que se realizou em dezembro de 2019 e terminou empatado 1-1.

Em 26 de fevereiro, o Conselho de Disciplina da FPF tinha arquivado o processo de inquérito para apurar ocorrências: “Decide-se ordenar o arquivamento deste processo de inquérito”, podia ler-se no mapa de deliberações então divulgado.

No intervalo do jogo, elementos das estruturas dos dois clubes terão tido um desentendimento no túnel de acesso aos balneários do Estádio Nacional, em Oeiras.

Dias após o desafio, num vídeo divulgado pela SIC, vê-se o então treinador do Belenenses SAD, Pedro Ribeiro — entretanto substituído no cargo por Petit -, a acusar alguém de lhe ter dado um soco.

Na conferência de imprensa após o jogo, Pedro Ribeiro foi questionado, mais do que uma vez, sobre a alegada agressão de que foi vítima, mas recusou-se a comentar.

Posteriormente, no final de dezembro, o técnico deslocou-se à sede da Liga, no Porto, para ser ouvido como testemunha pela Comissão de Instrutores, não tendo, na altura, prestado quaisquer declarações à comunicação social.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.