“Basta deste Conselho de (in)Disciplina! É tempo de colocar um travão neste desvario. Diz o Conselho de (in)Disciplina que a palavra [“basta”] se enquadra numa ‘aproximação perigosa, ainda que subrepticiamente, de um incitamento a comportamentos violentos por parte dos adeptos'”, lê-se numa publicação eletrónica oficial dos ‘encarnados’.

Na terça-feira, o líder das ‘aguias’ foi castigado com uma multa de 1.150 euros, após processo disciplinar por “eventual comportamento incorreto violador de deveres gerais”, na sequência da derrota caseira do Benfica diante do Gil Vicente (2-1), na 20.ª jornada da I Liga, em fevereiro.

Após o desaire, Rui Costa disse que era “hora de dizer basta”, quanto às arbitragens dos jogos do clube lisboeta.

“E, para agravar, [o CD] recusa a atenuante dos serviços prestados por Rui Costa ao futebol e ao país, os mesmos evocados para aligeirar o castigo ao jogador do FC Porto, Pepe. Má sorte de Rui Costa, que já não está disponível para representar a seleção e que, ao contrário de Pepe, não tem inúmeros vídeos publicados (…) com agressões e outras tropelias”, lê-se ainda no texto do Benfica.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.