"Apoio sempre o Milan, mas vê-lo jogar desta forma, completamente inconsciente e equivocada, faz-me sofrer do estômago", disse Berlusconi, em declarações a uma rádio italiana

O ex-líder dos ‘rossoneri’ lamentou o péssimo momento que atravessa a equipa, que ocupa a nona posição da liga italiana, com 28 pontos, apenas a dois pontos dos lugares europeus, mas já a 23 do líder Nápoles.

O gigante italiano foi vendido a um grupo de investidores chineses, em abril de 2017, colocando fim a uma era no clube de Milão.

Durante o mercado de verão, houve um investimento de 200 milhões de euros e chegaram ao clube 11 novos jogadores, com a promessa dos novos investidores chineses em colocar o ‘gigante’ de novo no topo do futebol italiano e mundial.

O período áureo do histórico clube de Milão, coincide com a presidência do histórico dirigente italiano, Silvio Berlusconi, em que os milaneses conquistaram 28 troféus, dos quais destacam-se cinco Ligas dos Campeões.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.