Em Old Trafford, os ‘citizens’, que também tiveram Ruben Dias no ‘onze’ inicial, adiantaram-se no marcador logo aos sete minutos, graças a um autogolo de Eric Baily, após um cruzamento de Cancelo.

O defesa costa-marfinense tornou-se o primeiro jogador dos ‘red devils’ a marcar um golo na própria baliza no dérbi, com o Manchester United, que teve Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes como titulares, a sofrer golos pelo 14.º encontro consecutivo como visitado.

Aos 45 minutos, já depois de Ederson ter parado um remate perigoso de Ronaldo, Bernardo Silva, após novo cruzamento de Cancelo, marcou o segundo golo do City, num lance com muitas culpas para Luke Shaw e David de Gea, que já tinha feito um punhado de excelentes defesas.

Bernardo Silva marcou pela terceira vez ao Manchester United, sempre em Old Trafford, tendo na sua carreira na Premier League marcado mais golos apenas ao Burnley (quatro).

Com este resultado, o campeão City sobe provisoriamente ao segundo lugar, com 23 pontos, menos dois do que o Chelsea e mais um do que o Liverpool, adversário do FC Porto na Liga dos Campeões, equipas com menos um jogo.

O Manchester United mantém-se, para já, no quinto lugar, mas poderá cair várias posições ainda nesta ronda.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.