Rodgers, de 46 anos, vai substituir o francês Claude Puel, demitido no domingo, na sequência da pesada derrota caseira com o Crystal Palace (4-1), no que foi o sexto jogo seguido sem vencer – cinco derrotas – do Leicester na ‘Premier League’.

“Sinto-me privilegiado e honrado por ser o treinador do Leicester, e vou fazer tudo para que os adeptos sintam orgulho neste clube. Estou desejoso de começar a trabalhar com todos”, afirmou o técnico, em declarações reproduzidas no site dos ‘foxes’.

Brendan Rodgers está de regresso a Inglaterra, onde orientou Watford (2008/09), Reading (2009/10), Swansea (2010 a 2012) e Liverpool (2012 a 2016), sendo que, em 2013/14, esteve próximo de guiar os ‘reds’ ao título inglês, acabando por ficar em segundo, a dois pontos do campeão Manchester City.

Em 2016/17, o norte-irlandês assumiu o comando do Celtic, crónico campeão escocês, e em duas temporadas e meia conquistou dois campeonatos, duas Taças da Escócia e três Taças da Liga escocesa pelos ‘católicos’.

Rodgers estará hoje no estádio dos ‘foxes’ para assistir ao embate com o Brighton, da 28.ª jornada da liga inglesa. A estreia no banco está marcada para domingo, na visita a Watford.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.