O antigo jogador do Sporting, que deixou os ‘leões’ para rumar a Manchester United em janeiro último, confessou que soube da notícia ao mesmo tempo do que a comunicação social, ou seja, durante a conferência de imprensa de antevisão ao desafio com os franceses do Paris Saint-Germain, agendado para terça-feira.

“Não esperava à espera disto. Soube ao mesmo tempo que vocês [jornalistas]. Claro que é uma honra e uma realização importante ser capitão do Manchester United. O capitão tem de ajudar e deve ser um líder”, observou Bruno Fernandes, que no Sporting já havia sido capitão.

As declarações do médio, de 26 anos, surgiram depois de o técnico Ole Gunnar Solskjaer revelar a decisão precisamente ao lado do jogador e face à ausência do encontro do habitual capitão, o inglês Harry Maguire, devido a lesão.

“O capitão está sentado ao meu lado. O Bruno Fernandes vai ser o capitão amanhã [terça-feira]. O Bruno chegou e teve um grande impacto como mostram todas as estatísticas. As performances dele têm recebido muitos elogios. Ele não mudou a equipa, fê-la crescer”, justificou o treinador norueguês.

Na terça-feira, o Manchester United inicia a participação na ‘Champions’ em Paris, frente ao Paris Saint-Germain, a partir das 20:00, num encontro referente ao grupo H.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.