O avançado peruano Carrillo, que está emprestado pelo Benfica, marcou o primeiro golo com a camisola do Watford, aos 11 minutos, mas os visitantes deram a volta ao resultado na fase final do encontro, por intermédio de Jordan Ayew, aos 86, e Narsingh, aos 90.

O Swansea, pelo qual o médio português Renato Sanches foi totalista, entregou a ‘lanterna-vermelha’ ao West Bromwich, que ficou a um ponto de distância, mas poderá recolocar os galeses no último lugar da prova, quando receber no domingo o Arsenal.

O Chelsea ultrapassou no segundo lugar o Manchester United, treinado pelo português José Mourinho, ao golear por 5-0 na receção ao Stoke, 14.º posicionado, com golos de Rüdiger (três minutos), Drinkwater (nove), Pedro (23), Willian (73, de grande penalidade) e Zappacosta (88).

O United, que tem menos dois pontos do que o campeão em exercício, poderá ainda hoje recuperar o segundo posto, a distância considerável do líder e rival Manchester City, caso se imponha na receção ao Southampton, 15.º colocado.

Tal como o Swansea, o Liverpool, quarto classificado, também passou grande parte do jogo caseiro com o Leicester em desvantagem, na sequência do golo marcado aos três minutos por Jamie Vardy, virando o resultado a seu favor apenas na reta final, graças a um ‘bis’ de Salah, aos 52 e 76.

O Burnley continua a assumir-se como uma das boas surpresas da competição, mantendo-se no sétimo posto, apesar do ‘nulo’ no recinto do Huddersfield, resultado idêntico ao do confronto entre o Newcastle e o Brighton, enquanto o Bournemouth impôs em casa ao Everton, por 2-1.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.