Nélson Oliveira ficou a somente 11 segundos de Kung, que cumpriu os 14,3 quilómetros entre Xilxes e Playa Almenara em 16.12, beneficiando do azar do espanhol Enric Mas (Movistar), que furou no último quilómetro, para lhe conquistar a camisola amarela.

Mas, que partiu para a etapa com 46 segundos de avanço para Oliveira e 51 para Kung, que eram, respetivamente, sexto e sétimo classificados, tinha 19 segundo de atraso para o suíço no ponto intermédio e na parte final parecia ter a liderança controlada, contudo um furo a pouco mais de um quilómetro do fim arruinou a sua prova, concluída a 1.27 minutos, no 15.º posto.

O ciclista suíço, de 27 anos, é o atual campeão da Europa de contrarrelógio, partindo como o grande favorito para o desafio de hoje.

Domingo, Kung pedala para o derradeiro percurso com seis segundos de avanço para Nélson Oliveira e 36 para Mas, distância curta, mas que a Groupama-FJD dificilmente deixará anular pelos rivais da Movistar.

A dificuldade do assalto ao comando é reforçada pelo facto da última tirada, de 91,2 quilómetros entre Paterna e Valência, ser praticamente toda plana, mais fácil de controlar.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.