Nos últimos dias, o polaco Piotr Zielinski e o macedónio Eljif Elmas e um membro do ‘staff’ do Nápoles testaram positivo ao novo coronavírus, isto, depois da partida do passado domingo frente ao Génova, clube que, posteriormente, identificou 22 casos de contágio.

Durante a semana, os napolitanos realizaram três rondas de testes à covid-19 aos elementos da estrutura, detetando três casos e, segundo informaram hoje fontes do Nápoles às agências noticiosas estrangeiras, as autoridades sanitárias impediram a equipa do sul de Itália de viajar para Turim.

Porém, a Juventus, que também detetou recentemente dois membros do ‘staff’ do clube com covid-19, emitiu um comunicado a assinalar que “a equipa principal disputará a partida de amanhã [domingo]” contra o Nápoles, agendado para as 20:45, “tal como disposto no calendário da Serie A”.

A pandemia de covid-19 já provocou mais de um milhão de mortos e mais de 34,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP. Em Itália, os número oficiais mais recentes apontam para quase 36 mil mortos e mais de 322 mil casos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.