A SAD avense não conseguiu reunir as verbas para pagar a apólice de seguros de acidentes de trabalho, requisito obrigatório para o plantel poder treinar e ir a jogo.

Em declarações à Sport TV, Estrela Costa, gestora da SAD, disse que não foi possível "criar condições juntamente com a Liga e por isso, ao início da tarde, pedimos para cancelar os treinos da equipa". "No dia 17 de julho fomos informados que a nossa apólice de seguro foi cancelada e isso faz com que nem os treinos possamos realizar. Sem os jogadores devidamente protegidos para um eventual acidente de trabalho, não é possível. Após uma reunião extraordinária da SAD, não conseguimos reunir uma verba para pagar os seguros", explicou.

Antes, a SAD do Desportivo das Aves já tinha cancelado o treino dos futebolistas do lanterna-vermelha da I Liga, que estava agendado para as 17:30, dois dias antes da receção ao Benfica, em encontro da 33.ª e penúltima jornada.

"Houve um período de carência, mas nós continuámos a ter muitas despesas. Nós até tínhamos jogos em casa contra o FC Porto e o Benfica nesta fase, mas não tivemos essas receitas que tanto nos ajudariam. Temos um problema de tesouraria, fruto do que se passa no mundo. A lei é clara: não podemos treinar ou jogar sem ter uma apólice de seguros em dia. O próprio dr. Vasco Dias, do departamento jurídico da Liga, informou-nos disto", sublinha a gestora.

Fonte da administração nortenha assegurou à agência Lusa que também suspendeu a execução dos testes de despistagem à covid-19 a jogadores, treinadores e outros funcionários do clube, obrigatórios nas 48 horas anteriores à partida com as ‘águias’, consoante o protocolo definido para o reinício do campeonato em plena pandemia.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.