Na antevisão à partida com o Belenenses, na sexta-feira, o técnico dos bracarenses não quis fazer mais comentários à derrota e má exibição em Alvalade, diante do Sporting (3-0), na última jornada.

“Não consigo controlar as críticas. Quando fecho os olhos e olho para trás, as coisas têm corrido bem, é o copo meio cheio em que cada um olha para onde quer. Eu olho para o caminho que se tem percorrido para reduzir distâncias e para sermos melhores. Deixo o desafio para verem quem, dos quatro primeiros, está melhor que na época passada”, disse.

Os minhotos recebem o Belenenses na sexta-feira, jogo da 23.ª jornada, um adversário que está a atravessar uma má fase e que não ganha há mais de um mês (13 de janeiro, 1-0 ao Nacional, na Madeira), tendo registado três derrotas e apenas dois empates.

Contudo, Abel Ferreira disse esperar uma “equipa muito bem organizada, com identidade, que sabe o que faz com e sem bola”, considerando que “uma equipa é muito mais que os resultados, é a sua dinâmica, o seu processo e estratégia”.

Sem Raul Silva e Fransérgio, castigados, e com Pablo ainda lesionado, Abel Ferreira vai ter que fazer alterações na defesa e no meio-campo, sendo que deverá adaptar Palhinha a central para fazer dupla com Bruno Viana no eixo defensivo.

“Somos uma equipa realista, que trabalha duro em contexto qualificado. Não nos comparamos com ninguém, fizeram entrevistas ao Jorge Jesus, Domingos Paciência, Paulo Fonseca e Jesualdo Ferreira [antigos treinadores do Braga], eu li e tirei as minhas ilações, mas o segredo é não nos compararmos com ninguém e ser cada vez melhores”, disse.

Abel Ferreira frisou que “os objetivos estão alinhados com os traçados no início da época”.

Sporting de Braga, terceiro classificado, com 49 pontos, e Belenenses, sétimo, com 30, defrontam-se na sexta-feira, às 19:00, no Estádio Municipal de Braga.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.