A atleta do Benfica enfrentou uma prova lenta, mas sempre mostrou argumentos para as mudanças de velocidade que se vieram a verificar, mantendo-se no grupo da frente e respondendo à mudança de velocidade imposta pela britânica Laura Muir.

A atleta garantiu ser preciso inteligência para ler o ataque das adversárias e mostrou-se feliz com a qualificação. "As provas de 1500 metros neste tipo de Campeonatos não é só estar pronto (…), a atleta para estar aqui tem de ser inteligente, tem de ser rápida a reagir nas mudanças de velocidade. Nestes anos cresci muito, aprendi a ler as provas e pude reagir ao ataque delas", explicou no final Marta Pen.

Muir acabou por vencer esta meia-final, com 4.09,12 minutos, à frente da irlandesa Ciara Magean (4.09,3), enquanto Marta Pen terminou em terceiro lugar, com a marca de 4.09,40. Apuravam-se as quatro primeiras.

A portuguesa admitiu que “estava muito nervosa”, e acredita que no domingo, na final, acontecerá o mesmo. “O meu treinador diz-me que tenho de ser forte, tenho que ir para a final disputar o meu lugar. Senti muito apoio da minha família e amigos na bancada, bem perto da pista, até ouvia a minha sobrinha a gritar ‘titi', foi um apuramento como pretendia", acrescentou.

Na segunda meia-final triunfou Sofia Ennaoui, da Polónica, com 4.08,60 minutos.

Entretanto, no salto com vara, Diogo Ferreira não foi feliz e não conseguiu o apuramento para a final. Depois de passar 5,16 metros à primeira tentativa e 5,36 à segunda, o atleta do Benfica não conseguiu superar os 5,51 metros, terminando em 14º lugar.

A sua melhor tentativa foi logo a primeira, tocou na fasquia, parecia que ela ficaria nos apoios, mas o vento fê-la cair e depois, nas outras tentativas, já não esteve tão bem.

"O objetivo era a final. Tenho sido consistente toda a época e fico triste por agora não ter conseguido. Não que arranjar desculpas com o vento, sei que sou mais pequeno e mais leve, mas já tenho experiência suficiente para ultrapassar isso. No primeiro salto a 5,51, acreditei que estava passado, mas depois a fasquia caiu. Os outros saltos ainda fui mais alto, mas fiz nulos", disse o atleta.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.