A equipa catalã iniciou o jogo praticamente em vantagem, na sequência de um autogolo do central do Villarreal Pau Francisco Torres, ao tentar evitar que um cruzamento de Jordi Alba chegasse aos pés do francês Antoine Griezmann.

A equipa da casa ainda conseguiu reagir e chegar ao empate, num lance de contra-ataque por Gerard Moreno, na recarga a um primeiro remate do companheiro Carzola, defendido pelo guarda-redes alemão Ter Stegen.

A partir daí, o talento dos avançados do Barcelona fez a diferença, com Lionel Messi, que ficou em ‘branco’, ao contrário do que é habitual, a ‘abrir o livro' e a descobrir Luís Suarez e Antoine Griezmann, aos 20 e 45 minutos, cujas finalizações mereceram também nota máxima pela qualidade técnica e pela improvisação.

Com dois golos de vantagem ao intervalo, o FC Barcelona ficou com o jogo na mão para o poder gerir com a qualidade das suas individualidades e ainda chegaria ao quarto golo, aos 86 minutos, pelo espanhol naturalizado de origem guineense, Ansumane Fati.

Lionel Messi viu ainda o vídeoarbitro não sancionar um golo, aos 69 minutos, por alegado fora de jogo de Sergi Roberto.

Com este triunfo, o FC Barcelona soma 73 pontos e manteve o atraso de quatro pontos para o rival Real Madrid, que lidera o campeonato com 77, enquanto o Atlético Madrid segue na terceira posição, com 62, o Sevilha (menos um jogo), na quarta, com 57, e o Villarreal, na quinta, com 54.

Em outro jogo importante da 34.ª jornada, o Real Madrid venceu o Athletic Bilbau por 1-0, graças ao central Sergio Ramos, que voltou a marcar de penálti, dando o sétimo triunfo consecutivo aos ‘merengues'.

Depois de ter anotado o tento solitário do triunfo sobre o Getafe (1-0), na ronda anterior, também de penálti, o ‘capitão' madridista foi novamente certeiro da marca dos 11 metros e marcou o único golo do jogo, aos 73 minutos, na sequência de uma falta de Dani Garcia sobre Marcelo.

O defesa internacional espanhol faturou o 10.º golo na presente edição da Liga espanhola e o quinto nos últimos sete encontros do Real Madrid, alcançando igualmente a melhor marca da carreira numa só época, com 12 tentos em todas as competições oficiais.

Esta foi a sétima vitória seguida do Real Madrid desde a retoma da competição - a terceira consecutiva por 1-0 -, que deixa a formação comandada por Zinedine Zidane ainda mais confortável no topo da classificação.

Já o Athletic, é oitavo classificado, com 48 pontos, e poderá ficar mais longe dos lugares que dão acesso às competições europeias da próxima época, dependendo do que fizer a Real Sociedad, sétima, na segunda-feira, frente ao Levante.

Nos outros jogos de hoje da 34.ª jornada, o penúltimo da classificação, o Leganés, foi a casa do lanterna-vermelha Espanyol vencer por 1-0, enquanto Osasuna e Getafe não foram além de um ‘nulo’, em Pamplona.

Os ‘periquitos’ podem ser matematicamente relegados à II Liga espanhola na próxima jornada, quando visitarem o FC Barcelona, no dérbi catalão de quarta-feira.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.