Os bicampeões nacionais já perdiam ao intervalo por oito golos de diferença (19-11) e não conseguiram inverter o rumo da eliminatória frente à equipa francesa, falhando aquela que seria a primeira presença nos ‘quartos’ da principal competição continental de clubes.

Aos ‘dragões’ bastava uma vitória ou um empate a 30 ou mais golos em Montpellier para se qualificarem para os quartos de final da competição, depois de terem chegado pela terceira vez seguida aos ‘oitavos’.

Os ‘dragões’ asseguraram a presença nos ‘oitavos’ em 2019/20, fase na qual iriam defrontar o Aalborg, mas esta ronda foi suprimida e a competição avançou diretamente para as meias-finais, devido à pandemia de covid-19, tendo sido eliminados, na época passada, frente aos dinamarqueses, por terem marcado menos golos fora (32-29 no Porto e 27-24 na Dinamarca).

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.