“As autoridades polacas confirmaram à UEFA a capacidade de 25% do estádio, ou até um máximo de 9.500 espetadores” face à situação da pandemia de covid-19, revelou, em comunicado hoje divulgado.

Segundo o organismo de cúpula do futebol europeu, os adeptos que venham do estrangeiro terão de “cumprir com os requisitos e restrições de entrada no país vigentes no momento da final”, até porque “a posse de um bilhete não dará lugar a exceções”.

Nesse sentido, o acesso ao estádio será decidido pela Polónia, que confirmará esta semana os critérios pedidos, o que pode incluir “necessidade de comprovativo de vacinação ou teste negativo ao novo coronavírus”.

Se as autoridades polacas baixarem o tamanho da plateia autorizada, a UEFA assume o reembolso, com cada finalista a receber, para já, dois mil bilhetes cada, com o resto vendido ao público em geral ou distribuídos como convites.

Para chegar à final concorrem quatro semifinalistas, os igleseses do Manchester United e do Arsenal, os espanhóis do Villarreal e os italianos da Roma.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.