Segundo informações prestadas à agência Lusa pelo comandante da GNR de Rio Maior, José Lourenço, as autoridades “foram obrigadas a disparar tiros para o ar para dispersar os adeptos”, não se tendo verificado detenções nem feridos consequentes da ocorrência.

Os confrontos terão se iniciado antes do arranque da partida, perto do estádio municipal de Rio Maior, quando cerca de 40 adeptos de cada uma das claques entraram em conflito, arremessando alguns objetos.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.