O profissional português contabiliza 133 ‘shots', nove abaixo do par, ao cabo dos primeiros 36 buracos, e partilha a 8.ª posição do ‘leaderboard'. Hoje, a partir das 11:20, vai tentar recuperar as três pancadas que o separam dos britânicos Eddie Pepperell e Oliver Fisher e do australiano Lucas Herbert, todos com 12 abaixo.

Ricardo Melo Gouveia chegou a estar no comando do evento português do European Tour, dotado de dois milhões de euros em prémios, até ao último buraco da segunda volta, mas fez um ‘triplo ‘bogey' (três pancadas acima do par) e desceu na classificação.

Ainda assim, está em boa posição para tentar superar o quinto lugar alcançado em 2017 e garantir o cartão do European Tour para a próxima temporada.

Ricardo Santos, que garantiu a qualificação para o fim de semana com 138 pancadas (-4), é o primeiro português a entrar em ação e parte para a terceira ronda às 10:10, na companhia do tailandês Phachara Khongwatmai e do norte-americano David Lipsky.

O trio da frente, constituído por Eddie Pepperell, Oliver Fisher e Lucas Herbert, é o último a iniciar a penúltima volta e só tem ‘tee shot' agendado para as 11:40, no buraco 1 do traçado de Vilamoura.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.