Jakobsen completou a tirada mais longa com o tempo oficioso de 4:52.59 horas, impondo-se sobre a meta ao francês Arnaud Démare (Groupama-FDJ) e ao alemão Pascal Ackermann (BORA-hansgrohe), segundo e terceiro classificados, respetivamente, que terminaram com o mesmo tempo do vencedor.

A etapa inaugural ficou marcada por uma queda a sete quilómetros da chegada, que envolveu vários ciclistas, e que atrasou, entre outros, o alemão John Degenkolb (Trek-Segafredo) e o holandês Dylan Groenewegen (Jumbo-Visma), dois dos principais ‘sprinters’ do pelotão.

A segunda etapa da Volta ao Algarve de 2019 realiza-se na quinta-feira, na extensão de 187,4 quilómetros, entre Almodôvar e o alto da Foia (900 m), o ponto mais elevado do Algarve, na serra de Monchique, onde a meta coincide com contagem de montanha de primeira categoria.

Newsletter

As notí­cias não escolhem hora, mas o seu tempo é precioso. O SAPO 24 leva ao seu email a informação que realmente importa comentada pelos nossos cronistas.

Notificações

Porque as noticias não escolhem hora e o seu tempo é precioso.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.