“Prometi a Janne [Andersson] que cantaria. Aprendi a letra”, declarou, após cumprir a 117.ª internacionalização aos 39 anos, numa partida em que se tornou o mais velho jogador de sempre a alinhar pela Suécia.

Em Estocolmo, na Friends Arena que inaugurou em 2012 com quatro golos à Inglaterra (4-2), o máximo goleador da seleção sueca, com 62 tentos, voltou a ajudar a sua seleção: fez o passe para o golo decisivo, de Claesson, no arranque do grupo B de qualificação para o Mundial2022.

‘Ibra’, avançado do AC Milan, tinha deixado a seleção após o Euro2016, ganho por Portugal, e regressou mais de quatro anos e meio depois para fazer parelha na frente com Isak e para ‘abraçar’ um “sistema novo”, como classificou.

Porque o seu tempo é precioso.

Subscreva a newsletter do SAPO 24.

Porque as notícias não escolhem hora.

Ative as notificações do SAPO 24.

Saiba sempre do que se fala.

Siga o SAPO 24 nas redes sociais. Use a #SAPO24 nas suas publicações.